30/05/2013

Are dresses in decline? by Katie Smith @ http://editd.com/blog/2013/05/are-dresses-in-decline/

Recent industry news and fashion press have made much of the decline of the dress, and the rising profile of separates. This would certainly make sense, for starters there’s some convincing and much publicised imagery from the AW 13/14 catwalks of skirts and tunics being worn over trousers. And in times of economic strife, perhaps separates offer a better bang to buck ratio, as consumers mix and match to create several outfits.
Equally, the dress is a one-stop solution for the thrifty shopper. Dresses prevail as the safe option for event and occasion wear and for retailers, the garment can have fewer fit issues than the trouser alternative. We’ve investigated the data behind the story to help understand whether consumer demand for dresses has actually dropped and whether retailers should put the brakes on the category.
Firstly, we analysed the collections of 5 international designers who attracted the most online attention during the AW13/14 shows (and therefore the ones with the most influence over fashion’s consumers). Counting each dress in their Fall collection, we then compared this with the AW12/13 collections. Gucci, Chanel and Burberry all increased the number of dresses in their ranges – Burberry even upped their quota by 175%. Michael Kors and Topshop Unique both reduced the number of dresses in their ranges; from 19 to 15 and 18 to 5 respectively, the latter being a particularly dramatic drop. Certainly no unanimous decision here that its death to the dress!

So have retailers adjusted their category investment for the current season? Comparing the number of new dresses arriving on their websites between 1st Feb and 1st May 2013, with the same period in 2012, we can see that Topshop have grown their online dress offering by 20.4% with a total of 919 dresses available for purchase this year. ASOS meanwhile have grown the category by 34.8% and Dorothy Perkins by 10.2%. No sign of a deflating confidence in the category here, however Topshop grew their skirt offering at a higher rate – adding to their online selection by 92% (a total of 318 products) and Dorothy Perkins grew their skirts category by 180% (a total of 126 products). On the face of it therefore, it seems that any shift in focus away from the dress on the catwalk has not yet been reflected in the retail data.
It’s important to understand what retailers are placing their confidence in, but more critical still is to know what’s selling, that is, what it is consumers actually want. We looked at the most successful items which arrived online globally this season (for the purpose of this report 1st March-1st May 2013). We’ve defined success here as fast sell-through, no discounting, not discontinued yet and having been restocked at least once already. The most represented category of successful items was accessories (which include bags, purses, hats, scarves and belts) at a total of 18.7%. The second biggest category was dresses, at 18%. Trousers and skirts only featured in 8th and 10th places. As the fastest selling garment category, the data doesn’t support the media’s claim that dresses are slipping off the consumer radar here.
The final metric we can apply to understand the situation is to compare successful products at specific retailers this season, with 12 months ago. We looked at the products that sold through, without discounting and were restocked over a 2 months period (1st March-1st May 2012 vs 1st March-1st May 2013) at Topshop, Forever 21 and Dorothy Perkins. Across all three retailers this season, the category with the most successful products was Dresses (at Forever 21, dresses tied with Swim and Underwear & Hosiery). However, the growth/decline in different categories at each retailer paints an interesting picture.
Topshop:
Topshop’s largest areas of growth were Skirts (successful styles up by 8.9%) followed by Footwear. Trousers, Swim and Outerwear tied in 3rd position.  The categories with the largest decline in number of successful products were Jewellery, Underwear & Hosiery and Nightwear.

Dorothy Perkins:
DP’s largest areas of growth were Underwear (successful styles up by 5%), followed by trousers and skirts. The biggest category declines were seen in Dresses (despite still being the category with the highest number of successful products), Accessories and Shorts.

Forever 21:
Forever 21′s biggest areas of growth were Swim (up 12.9%), Underwear and Footwear. The categories with biggest declines in number of successful products were Jeans, followed by Dresses with Nightwear and Jeans tied in 3rd place.

The data here shows that both Dorothy Perkins and Forever 21 have seen declines in the number of fast-selling dresses. But paired with the knowledge that it is also the largest category, there’s no need to panic. Rather than retailers reducing their investment in dresses, it could make more sense to reduce the less popular categories, such as Nightwear.
In view of the evidence, is the dress dead? Our analysis clearly shows that panic headlines are nothing more than speculation, and decisions based on these could be misguided. As far as we can see, the dress is very much alive; designers are still producing it and consumers globally are buying it this season as the most popular garment category. Data shows us that it’s still the most popular category at mass market level, but consumers’ interest in skirts and footwear is growing at a faster rate this season. Armed with this information, retailers can pre-empt consumer demands by keeping dresses on the market and ensuring that skirts and shoes are widely available.
AUTHORKatie Smith

01/06/2012

Vamos Brilhar!


Ultimíssimo in o Paetê, Glitter, Strass e a Lantejoula estão de volta com T.U.D.O! Moderno e alegre aplicado nos acessórios complementam o visual e deixam o seu imprint por onde vá! Olivia Palermo que o diga! A ItGirl está sempre incrementando seu look com alguma peça shiny!

Pode ser simplesmente um cinto dourado com seu jeans preferido e Tshirt branca e sapatilhas! Ou então minissaia de couro preta com camiseta de caveira, all-star e bolsa de lantejoulas Chanel!

Para das que gostam de um look mais nerd: Vestido de tachinhas furta cor da TOPSHOP, Boyfriend Blaser e óculos Ray Ban!
Bolsa Paetes Chanel
Pulseira Boquinha Talanto Joias



Oculos anos 80 Ray Ban


Vestido tachinha furta cor TOPSHOP


27/12/2011

via critica: O TEMPO DE UM ANO

via critica: O TEMPO DE UM ANO:
A sensação de que o tempo está passando mais depressa é assustadora: parece não ser mais possível controlar a velocidade dos fatos e da vida. No início do ano, isso não fica tão evidente, dá até para acreditar que há prazo suficiente para fazer tudo que está planejado. No entanto, à medida que se aproxima o final do ano, cresce a sensação do imponderável, do inevitável desfecho, a despeito da necessidade de mais horas, dias, meses.

Ao se constatar que um ano é finito, nada mais cabe, senão contabilizar ganhos e perdas. Surgem, então, as estratégias para minimizar efeitos indesejáveis ou para maximizar vantagens alcançadas. Nessa hora, a maturidade é a grande aliada, é dela que se extraem forças para acreditar que foi feito o cabível a cada situação, não necessariamente o desejado.

Para o ano vindouro, promessas de mais sabedoria, vitalidade e melhor administração do tempo, e um desejo firme de que as luzes não se apaguem antes da hora. No entanto, é importante entender que os rumos da vida são traçados por uma infinidade de iniciativas – ou mesmo pela inércia – não se podendo fazer maiores projeções para além de nós mesmos. Algumas previsões são corretas e se efetivam, outras ficam ao sabor das vicissitudes, dos caprichos pessoais, do poder capital e de um sem número de variações.

O certo mesmo é que os anos se sucedem a despeito da vontade das criaturas, a vida não para de correr, e seu curso só tem de concreta a finitude. Aquele velho ditado de que “deve-se viver como se não houvesse amanhã” tem seu fundamento, mas não significa que o tempo não nos pregará uma peça, deixando muita coisa em aberto, muita coisa inacabada e um gosto mais ou menos amargo de coisas perdidas... O certo é que o ego só existe enquanto o tempo lhe dá guarida. Para além de nós mesmos, tudo são incertezas.

Nadja Neves Abdo

19/11/2011

Mais uma matéria super interessante sobre a Talento Jóias e a Consultora de Estilo Karla Boncompagni no Jornal da Cidade.


http://www.jornaldacidadebh.com.br/visualizacao-de-noticias-do-dia/pt-br/ler/1492/talento

Sempre pensando em qualidade e diferenciação - características naturalmente encontradas não apenas nas peças da Talento, mas também no atencioso atendimento já tradicional da grife -, a joalheria passa a contar com a contribuição da consultora de estilo Karla Boncompagni para facilitar, e melhorar, ainda mais o tão importante momento da compra. Hoje em dia muito se fala sobre a importância da compra bem feita e isso toca justamente na aquisição que é realizada com cuidado e atenção, um luxo que impera em uma época na qual cada investimento sobrepõe tendências e toca em emoções. Se tratando de joias, eternizadas no closet e na história de cada comprador, o momento é extremamente especial. Karla é consagrada profissional com larga experiência no exterior, mais de 12 anos de atuação no mundo da moda e joias, e leva em sua bagagem uma sucessão de cursos na Central Saint Martins e participações em várias London Fashion Weeks. A consultora combina perfeitamente com a Talento, que construiu sua história de sucesso a partir de uma permanente dedicação aos clientes, focando não apenas na criação de itens atuais e bem acabados, mas também - e principalmente - em preciosidades que possam valorizar mais e mais a história de cada cliente. Karla, que hoje engrossa a equipe da família Talento, conta que recebeu propostas tentadoras de famosas grifes, como Alexandre McQueen e Burberry, mas sentiu vontade de voltar ao Brasil para mostrar através de seu trabalho toda a experiência que adquiriu durante sua temporada na Europa. Por lá, a profissional trabalhou com a talentosa designer de joias Hannah Martin, de quem guardou grandes ensinamentos sobre formas de usar o belo e a imagem ao seu favor. Com a assinatura da competente proprietária e fundadora da Talento, Terezinha Geo, a joalheira sempre surpreende com seus lançamentos e novas estratégias que, diretamente, presenteiam os clientes com um atendimento cada vez mais exclusivo e individualizado. Tal desenvolvimento representa o crescimento da grife que orgulha e satisfaz clientes e se destaca como grande nome da joalheria nacional

10/11/2011

                   Novidades na Talento Joias - ParkShopping

                                          por Vanessa Fortes - vquirino@jornaldacomunidade.com.br
 
 
 
 
A desingner Karla Boncompagni completa a equipe da Talento Joias e trará muitas novidades. Ela estará na loja do ParkShopping a cada 15 dias para um atendimento personalizado 


Essas são as joias preferidas de Karla, entre as preciosidades que integram a atual coleção: colar gota e anel de Turmalina Paraíba e diamantes


Karla Boncompagni é uma aposta da empresária Maria Tereza Geo Rodrigues, a proprietária da grife, para incrementar as coleções da Talento e o atendimento ao cliente


O destaque aqui são os belíssimos brincos de ouro branco com diamantes, ótima sugestão para presentear aquela pessoa especial.

29/10/2011

Minas Trend Preview 2011/2012

S&B Acessórios

Com quase 20 anos no mercado de bijouterias a S&B acessórios trouxe para o Minas Trend Preview uma seleção maravilhosa de peças exuberantes e indispensáveis para montar seu look!






Minas Trend Preview 2011/2012

Lulu Souto

Cheia de atitude! É assim descrevo as bijouterias da Lulu, a Designer de Joias e Arquiteta com formação internacional.
Com muita influencia Londrina a coleção faz um rock legal entre o moderno e o deco!
Vale a pena conferir!




www.lulusouto.com.br
Minas Trend Preview 2011/2012

Gio Bernardes

Estive no Stand da Gio Bernardes bijouterias e amei, tudo muito lindo, colorido e sofisticado!
A Designer Mineira Fúlvia Araújo desenvolveu uma coleção cheia de elegancia e charme!
Não posso deixar de agradecer a atenção especial que a linda Giovanna me deu no Stand da marca no Minas Trend Preview!






 



www.giobernardes.com.br

23/10/2011

"Este mundo resplandecente dos metais e pedrarias arrebata-me em êxtase, e eu apaixonadamente amo tudo aquilo em que o bom se mistura a luz."  Charles Baudelaire

06/10/2011

Autumn / Winter 2012 - Tendências Outono/Inverno 2012

Mixed Expressions by Cris Gurgel
by/por Karla Boncompagni.


Androgyny / Androginia
The whole world seems to be changing. Men become more like women and women strive to look and act like men. Fashion just can’t stay aside of this global trend. And as a result we see mannish shirts, suits, boots, and hats in majority of Autumn/Winter 11/12 designer collections:
Chanel, Dolce & Gabbana, Sonia Rykiel, Stella McCartney, Balenciaga, and others

O mundo todo parece estar mudando. Homens com trejeitos mais femininos  e mulheres tentando montar um look mais masculino. A Moda não pode mais ficar por fora das tendências  mundiais e como resultado disso teremos um outono inverno 2012 bem  Masculino/Feminino baseada na Alfaiataria com um toque  Rockabilly e uma pegada  Sartorial.
Veja:  Chanel, Dolce & Gabbana, Sonia Rykiel, Stella McCartney, Balenciaga e etc.

Os Acessórios serão bem rebuscados, com bastante luxo, alta bijouteria, pedras, cristais, metais claros.  Um toque de Rock Star nas entrelinhas por isso mesmo a Estrela esta de volta com força total noa acessórios, nos detalhes e estampas. Volta forte da gravata, suspensório e broches. O sapato tipo Oxford continua em alta.

07/09/2011

09/08/2011

Gold Necklace, Colar Escapulário em Ouro 18k.

Colar Romantinco estilo Escapulário em ouro 18K
Iniciais a sua escolha, 45cm de tamanho. Aceito encomendas.

Gold Necklace with Initials. 45 cm long.
Romantic Idea for a couple in love!